Quarta-feira, 7 de Julho de 2004

Funil de acesso.

Vamos admitir que as instituições do ensino superior desfrutam de uma verdadeira autonomia, que é possível seleccionar as provas de acesso dos candidatos ao ensino superior. Ainda neste cenário, o ensino secundário gozaria do mesmo estatuto que o ensino superior e rejeitaria um quadro de referência piramidal.
Seriam este alunos candidatos ao ensino superior, forçosamente, menos capazes do que os actuais alunos e revelariam menor qualidade para as exigências do nível de ensino subsequente?
Quem é que ganha com o actual modelo de acesso ao ensino superior?
publicado por Miguel Pinto às 23:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Outro Olhar... só no blog...

. Novo lugar.

. Exemplos que (nada) valem...

. (Des)ordem...

. Outros olhares... a mesma...

. E esta?

. O blogspot encalhou.

. Bolonha aqui tão perto.

. Olhar distante.

. Faz de conta.

.arquivos

. Julho 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds