Domingo, 29 de Fevereiro de 2004

Crescer com os outros

É muito bom partilhar um espaço com gente que não se acomoda à mediocridade e impulsiona o nível da discussão para patamares mais elevados. Discussão, reflexão ou achegas que buscam a transcendência, que aclaram percursos, que nos fazem crescer. As ideias tornam-se intemporais e impessoais quando são apropriadas e se reconfiguram. Tem sido assim desde a minha entrada na blogosfera. Devo uma grande parte desta minha aprendizagem, desta minha caminhada para ser mais e melhor, aos blogues amigos, aos meus referenciais vivos, às minhas âncoras conceptuais, aos meus portos de abrigo. Esta ânsia de empanturrar as palavras com sentido, dispensando floreados ocos de sentimento não se compadece com arrufos de ocasião e constrangimentos circunstanciais. Não escrevo à flor da pele como é apanágio de alguns amigos que optaram por fazer transbordar a emoção da sua escrita. Prefiro acariciar a palavra, prolongar a escrita, ampliar a ideia, prolongar o assunto. Que bela forma de compensar a minha emotividade primária que vai transparecendo da proximidade pessoal.

No Rio Torto (uma descoberta recente mas ainda a tempo de nos surpreender) as palavras não são ocas. A libertação, o “Golpe de Asa” que nos espanta e aos outros que nos lêem, está tão perto e tão longe.

publicado por Miguel Pinto às 19:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Outro Olhar... só no blog...

. Novo lugar.

. Exemplos que (nada) valem...

. (Des)ordem...

. Outros olhares... a mesma...

. E esta?

. O blogspot encalhou.

. Bolonha aqui tão perto.

. Olhar distante.

. Faz de conta.

.arquivos

. Julho 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds