Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2004

Olhar o poder

Volto novamente ao tema da colaboração. O assunto será abordado numa perspectiva micro política. As lutas pelo poder nas escolas adoptam configurações muito diversas. Não me refiro, apenas, à investida ao poder legitimo – órgão de gestão – que as eleições sufragam. Destas lutas surgem histórias com enredos muito enigmáticos que motivarão novas abordagens.

Nesta breve incursão à autoridade, proponho um exercício muito simples e, provavelmente, muito previsível. Procurar perceber:

Quais as estratégias utilizadas pelos vários actores da comunidade educativa tendo em vista a manutenção dos seus interesses ou, por outro lado, a conquista de uma posição privilegiada.

Os motivos que, circunstancialmente ou não, obrigam o poder instituído, legítimo ou não, a obstruir a concretização do projecto educativo da escola.

Se existe alguma forma de colegialidade artificial e quem a promove.

Podemos assobiar, olhar para o lado e dizer que tudo vai bem ou alegar que este exercício é iníquo. Podemos, simplesmente, aclarar a lógica das decisões que são tomadas nos órgãos colegiais da nossa escola.

publicado por Miguel Pinto às 17:02
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Outro Olhar... só no blog...

. Novo lugar.

. Exemplos que (nada) valem...

. (Des)ordem...

. Outros olhares... a mesma...

. E esta?

. O blogspot encalhou.

. Bolonha aqui tão perto.

. Olhar distante.

. Faz de conta.

.arquivos

. Julho 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds