Sábado, 13 de Março de 2004

Outra vez as competências

De tanto ouvir falar em competências dos alunos ou falta delas, dei por mim a pensar no estratagema que elas encerram.
Enquanto que o ensino continuar a ser considerado uma colecção de competências, os professores verão a sua acção constrangida e limitada à estandardização de processos e produtos de aprendizagem. O ensino envolve muito mais do que isso. O ensino não é um assunto unicamente técnico mas também moral. É a capacidade do professor fazer juízos discricionários que brotam do ambiente em constante mudança na sala de aula, consubstanciados na sua experiência acumulada, da sabedoria, dos conhecimentos especializados em circunstâncias específicas da prática educativa, que define o profissionalismo docente.
Estas abordagens que visam a regulação e controlo das práticas dos professores têm de ser denunciadas. Devem ser entendidas como uma forma de condicionar a prática educativa circunscrevendo-a à reprodução social.
Será que este meu olhar não encontra qualquer eco na escola situada?
Estaremos dispostos a resistir?
publicado por Miguel Pinto às 20:14
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Outro Olhar... só no blog...

. Novo lugar.

. Exemplos que (nada) valem...

. (Des)ordem...

. Outros olhares... a mesma...

. E esta?

. O blogspot encalhou.

. Bolonha aqui tão perto.

. Olhar distante.

. Faz de conta.

.arquivos

. Julho 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds